Saúde ao seu Alcance


Curiosidades sobre a osteoporose

Postado dia 28/09/2018

Osteoporose é o nome dado à perda gradual de massa óssea. Mais comum em mulheres que já passaram pela menopausa, a condição torna os ossos mais frágeis e porosos e coloca o portador em maior risco de fraturas principalmente da clavícula, fêmur e quadril. A degeneração óssea passa por algumas fases e é mais comum em mulheres por conta do alto desequilíbrio hormonal que acontece quando o corpo para de produzir estrogênio. Confira abaixo algumas curiosidades sobre a condição:

1 - A osteoporose normalmente é assintomática.

O envelhecimento é o principal fator da degeneração óssea. Em mulheres, a estrutura dos ossos começa a ficar mais frágil a partir dos 35 anos, mas é com a baixa produção hormonal pós-menopausa que ela se agrava. Nos homens, a testosterona costuma inibir um pouco mais a perda de massa dos ossos, mas ela começa a acontecer também de forma gradual aos 40 anos. A osteoporose, porém, é assintomática. Normalmente a condição já está avançada quando é diagnosticada. Os sinais que ela apresentam são: deformações ósseas doloridas e maior propensão a fraturas.

2 - Existem diversos fatores de risco.

Além do envelhecimento e da menopausa, a deficiência de cálcio na dieta, sedentarismo, abuso de álcool, tabagismo, propensão genética, colesterol, diabetes, disfunção na tireoide e doenças crônicas como insuficiência renal também são fatores de risco para que alguém desenvolva osteoporose.

3 - As fraturas são mais comuns em algumas partes do corpo.

A coluna vertebral, o punho, o fêmur e o quadril são as partes do corpo mais comumente afetadas. Como a recuperação é lenta e dolorosa, é muito possível que essas lesões, principalmente as de quadril e fêmur, deixem o paciente inválido.

4 - Só consumir leite e derivados não resolve o problema.

O consumo de fontes naturais de cálcio como leite, queijos e outros derivados ajuda a estimular a regeneração celular, assim como a vitamina D. Mas muitas vezes o consumo desses produtos não é suficiente para aliviar as dores causadas pela osteoporose. Muitos pacientes precisam fazer reposição de cálcio.

5 - A osteoporose não tem cura.

Apesar de ter diversos tratamentos com medicamentos, reposição hormonal e de enzimas, a osteoporose não tem cura. O portador deverá estar em constante acompanhamento médico para prevenir lesões e evitar dores.

Voltar para Home Ver todos